Um doidivanas mostra o seu saber por intermédio das palavras e um pouco da imagem. Poemas, opiniões, revisões. Uma mistura de sociedade e tecnologia. Com temáticas conforme me vou lembrando de escrever.

sábado, 5 de setembro de 2015

Deus? !!

Sem comentários

Podes falar da sua existência,
da sua não existência,
Da sua presença,
ou não presença,
Sempre dúvida,
nenhuma certeza.
Quem viu não provou,
Quem não viu acredita,
ou não quer acreditar.
Quando mo definem fico indignado,
não com a definição,
mas com a acção!
Pois falam tanto,
mas se sentissem o todo,
ele tem amor para dar,
mas não significa
que tristeza também não abunde,
mas já não querem amar o todo,
querem amar nem sabem o quê!
E nem receber já sabem fazer!
Bem melhor é receber,
egoísmo notório,
dá fraco viver.
E depois procuram,
quando, melhor destroem,
E muito aceitam!
Só mentes corroem!
Qual o proveito?
De uma vida supérflua!
Vivem o futuro, uma vida vazia!
Um passado duro, poucos momentos a recordar!
E esquecem o agora e o seu amor,
Preferem aguardar a hora,
e quem se aproxima é a morte,
a vida pouco importa, pois tanto abusam!
E com ela a bater à porta,
nem tempo de redenção tiveram!
E redenção é já muito mal feito,
De nada serve além do egoísmo!
Assume na hora o erro praticado
Sente-o no peito.
E se a reacção corrigiu, está feito.
Não procures redenção,
Sente o teu coração,
Sê um ser humano total,
Não fiques só pela razão,
Apura a intuição,
Mostra a tua emoção.
O todo está em tristeza,
E se sentisses, não acreditavas,
tinhas a certeza.
Amor ainda existe,
Mas com tanta destruição,
Pode não ser mais possível tal transformação!
O equilíbrio tem limites,
quando não for realizável,
termina o amor, fica a tendência,
E não existirá ser, a falar de decadência.
Quem de fora observar,
Simples será dizer,
Biliões de anos a criar,
Dois séculos para tudo morrer.
Ainda se achavam inteligentes!
Que crentes!

Sem comentários :

Enviar um comentário