Um doidivanas mostra o seu saber por intermédio das palavras e um pouco da imagem. Poemas, opiniões, revisões. Uma mistura de sociedade e tecnologia. Com temáticas conforme me vou lembrando de escrever.

segunda-feira, 20 de julho de 2015

E ao que parece morrem 30 voluntários na Turquia!

Sem comentários


Estava a ver o Facebook e salta uma partilha desta notícia, http://www.publico.pt/mundo/noticia/explosao-mata-perto-de-30-jovens-voluntarios-na-turquia-1702566, respondi da forma realista e arrogante. 
É a forma merecida, pois ando farto de ver pessoas que até querem fazer o bem, mas são manipuladas pelo sistema. Não existe nenhuma instituição humanitária credível, todas elas precisam dinheiro e são assim controladas. E o voluntário nada recebe, apenas fica satisfeito com a sua acção, contudo quando formos até ao topo verificamos que todos recebem honorários! Porquê? Porque não é tudo 100% voluntário? E é um poleiro tão bom, transmite a ideia de preocupação com os outros e ainda dá dinheiro, e ser uma Dama nesta posição tem o seu aparato e preenche o ego.
Sou contra o voluntariado por este motivo e estou tão farto de ver tantos desequilíbrios que prefiro ver o povo sofrer do que ver estes aparatosos ganhar dinheiro, é um esquema, como muitos.
Senão reparem, tem ou não dinheiro a igreja para equilibrar mais? Tem ou não a santa casa da misericórdia dinheiro para mais misericórdia? E ainda é  preciso mais instituições, pois os governos não são capazes de dar bom viver ao povo, o aparatoso ganha e pouco é feito, pois nada se resolve além de um problema pontual, o grosso fica sempre por resolver para dar dinheiro.
E agora o facto de haverem mais instituições permite às que já referi, terem mais lucro! Para quê? 
E não lamento a vida destes voluntários pois se não sabiam dos riscos, menos conhecimentos tinham para tentar equilibrar, e tentar equilibrar algo desequilibrado é complexo, e duvido que quem foi tivesse consciência suficiente pois não é de um ser equilibrado e consciente  tentar equilibrar o que não conhece.
Coitadas das mulheres e crianças, mas esquecem que quem deve cuidar delas são os internos e não os externos, presença externa não desejada dá direito a quê? 
É se é guerra, é guerra não existem inocentes, existe a burrice em a fazer.

Sem comentários :

Enviar um comentário