Um doidivanas mostra o seu saber por intermédio das palavras e um pouco da imagem. Poemas, opiniões, revisões. Uma mistura de sociedade e tecnologia. Com temáticas conforme me vou lembrando de escrever.

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

E como amo, não ser

Sem comentários

Antes queria ser algo,

Algo de bom, algo que amá-se.

Algo que pela paixão transformá-se.

Agora deixei de ser,

Amo tudo,

Não sou,

Mas outros dizem que sou algo.

Esses apenas me mostram que não sabem.

Pois ao deixar de ser,

Apenas sentirás o meu espirito rebelde e livre.

E deixei de ser um problema,

Sou parte da solução.

Deixei de olhar para a história,

De basear-me na hostória em demasia,

Deixei as loucuras ideológicas,

Deixei de querer a minha paz,

Pois essa conquistei.

E não sendo, escrevo e faço história.


Philo philos pacem


Sem comentários :

Enviar um comentário