Um doidivanas mostra o seu saber por intermédio das palavras e um pouco da imagem. Poemas, opiniões, revisões. Uma mistura de sociedade e tecnologia. Com temáticas conforme me vou lembrando de escrever.

sábado, 27 de novembro de 2010

Adeus Jesus Cristo

24 comentários



Ensinaste mal,


traiste mais de
meio mundo!


Deste a formula
natural,


sem ires muito
fundo!


Assim foste um
causador,


e não um salvador.


E neste momento,


ainda és a origem
do sofrimento.


claro que muito
foi mexido,


se assim não fosse
já não teria sentido.


A tua causa
perdida,


e a tua morte
sentida.


Claro que para
nada,


pois continuam sem
entender,


e a hipocrisia
manter.


Ao amor muitos nem
dão valor,


o dinheiro
sustenta alegria,


mas quando chega a
dor,


é bem-vinda uma
avé-maria.


Quem ensinou a
orar?


Se tu ensinaste a
amar!


A formula foi
escondida,


muitos pensam que
está perdida!


Não está, só pode
ser sentida,


não existem
palavras para descrever


tal intenso viver.








Philo Philos Pachem


Até por acaso

24 comentários :

  1. Amigo sublime, muito lindo , obrigado por partilhar.
    Abraços forte

    ResponderEliminar
  2. Ele venceu o mundo, pois tal como está escrito à 2000 anos a bíblia segundo ela seria levada a todo o Mundo.
    Já para não falar na famosa mulher que entornou o unguento quando ele estava prestes a partir. Ela que cometeu este acto num acesso de raiva seria segundo JC relembrada para sempre.

    Se Ele não vai muito a fundo é porque nós temos esse dever : Depois de ser mencionado na Bíblia que devemos amar aos outros como a nós mesmos (Típico e MERITOSO do Cristianismo), a Bíblia menciona um doutor na lei já com esse pensamento e JC diz: Estás perto do reino de Deus.

    Ele próprio avisa há 2000 anos atrás que vinha trazer a espada e fogo e não a Paz

    Caridade não é hipocrita, amor é caminho de perfeição - algum "mestre" disse isto.

    O dinheiro não sustenta a alegria :
    Vinha um tremor de terra ficavamos sem nada - ao menos tinhamos o consolo do Senhor que nada tinha ...
    Além disso, e é por esse facto que JC era contra este sistema, o dinheiro que se ganha num país desenvolvido é responsavel por uma morte de uma criança a cada 6s. Explico:
    A Alemanha tem dívida externa (parece um contra cenço) mas tem. Porquê? Para ser competitivo, para enriquecer ainda mais (para já explora recursos que são finitos mas pronto); mas quando enriquece (nesta economia de mercado) embora faça enriquecer certos países também competitivos vai haver muitos mais sem empresas (tão competitivas), pois aqueles países mais ricos exportam mais ou mais caro.
    Já para não falar na especulação da bolsa, banca, subprimes (especulações em cadeia que são
    bolhas, que quando rebentam, geram crises).

    Por isto tudo acho JC venceu a causa.

    ResponderEliminar
  3. Amar o próximo como a nós mesmos não é amigo?!
    Mas o problema está mesmo aí, ensinam-te a ficares perdido e depois perdes essa qualidade, a de te amar e se não te amas, como podes amar os outros?
    E sim no amor está o caminho da perfeição e da paz, mas essa é mais uma verdade que tens que sentir e não que acreditar nas minhas palavras.
    Religião é rebelião, de ti mesmo, o encontro de ti e repito vezes sem conta o encontra-te pois sei que encontrado sentirás, entenderás e sorrirás, e como é belo este mundo maravilhoso e imperfeito.

    ResponderEliminar
  4. Não fico perdido porque o verdadeiro amor é sofredor e paciente.
    Por isso amor é caminho de perfeição.

    ResponderEliminar
  5. Jesus Cristo também era da mesma opinião: "Buscai a verdade e a verdade vos libertará"

    Não digo que estás no mau caminho, mas precisas continuar a tua busca segundo a segundo (buscar a verdade)

    ResponderEliminar
  6. Amigo, amor é caminho de perfeição, mas lembra-te que tudo já está perfeito, aos nossos olhos é imperfeito e continuará a ser ou não haveria evolução.
    O conhecimento e o amor são infinitos e Deus limita-te, amar não é sinónimo de sofrimento não te iludas a fazer coisas que não deves com o pretexto que é por amor.

    ResponderEliminar
  7. A verdade amigo, encontra-se no teu centro, quando te encontrares resolverás sozinho todas as questões existenciais e pararás de a procurar, passarás a vivê-la. Não sei se tens tal coragem.

    ResponderEliminar
  8. Mas o conhecimento dá orgulho e o amor dá Humildade: Por isso prefiro conhecer Deus (que é ciência e o expoente máximo"As boas ideias são como águas profundas, o sábio sabe tirá-las para fora". do pensamento sendo infinito ou não e ninguém pode dizer), nem que para isso tenha de colher rosas cheias de espinhos.

    ResponderEliminar
  9. Nunca conhecerás Deus, e perderás tempo com dúvida.
    Religião não é ciência, meditação sim.
    O sofrimento só existe na mente, uma mente em dúvida sofre. Por isso peço-te para teres cuidado com a linha que percorres pois encontrarás sofrimento. Apenas te posso dizer que não tens essa necessidade, tu crias-a.

    ResponderEliminar
  10. A ciência é dúvida e busca em permanência, logo é sofrimento em permanência.
    Meditar sobre a palavra de Deus, é uma inquietação agradavel pois para nós Ele é O Maior Cientista.

    ResponderEliminar
  11. Luís, lamento informar que o " cobrengul " tem razão. Somente Deus, com um " D " ( pois este é o nosso senhor, e salvador deste mundo que Ele não criou ) pode introduzir paz e alegria no teu coração. Ou seja, faz parte da natureza humana dar valor a tudo aquilo que é dado e não alcançado. Por exemplo, ontem dei um peido e pensei para mim mesmo : " se estivesse aqui um unicórnio, oferecendo seu estimado peido, iria sentir um verdadeiro preenchimento, pois a verdade está em tudo aquilo que não experienciamos " . Não ficaste com os olhos trocados, pois não ? Olha que esse não é o caminho para a perfeição, mas posso dar um conselho, para alguém que quer alcançar essa mesma perfeição, a única coisa que pode fazer, é dar um tiro na cabeça, pronto, perfeição alcançada, objectivo alcançado. Afinal de contas, a vida não é um verbo, é um substantivo, e a evolução é a mensagem de Lúcifer, filho do Diabo do Alcorão-Budista.
    Por falar em humildade, ontem ouvi uma freira a sussurrar para si mesma : " Meu Deus, não há ninguém que sofra tanto por ti, abdico de tudo por ti, estou em primeiro lugar, no topo " . Isto sim, é humildade. Claro que Deus em sua SIMPLICIDADE, confirmou, pois somente uma ausência pode esclarecer tudo.
    Esta gente, oh Luís, às vezes sinto uma dor tão grande no peito, Luís não consegues entender que somos livres graças a Deus ? Que seria dos nossos actos, na nossa responsabilidade, se Deus não existisse ? Como poderíamos obter a nossa querida liberdade ?
    Enfim, " cobrengul " tem razão, pois ele conhece Deus, falou com Deus, jantou com Deus, brincou ao quarto escuro com Deus, tudo. " Cobrengul " foi um verdadeiro laboratório para o maior cientista de sempre,oh, desculpa : " Maior Cientista "

    P.S - Luís, vê se compras umas luvas ao " cobrengul " para a próxima vez que ele ler a bíblia. Isto, se não estiver a cometer incesto.

    ResponderEliminar
  12. Mas o anónimo quer debater ou quer desconversar?
    Não estou para dar pérolas a porcos.

    ResponderEliminar
  13. Deus criou este mundo para que nós com insistência e perseverança, obedecendo(trabalhando)e por isso sofrendo, ganhemos bênçãos agradáveis além da vida eterna (onde podemos ser tudo e ter tudo do Universo).
    Perseverando e por isso sofrendo sentimos no fim alegria, verdadeiro preenchimento.
    Destruir-se nunca pode ser caminho de perfeição pois este Deus é um "Deus de vivos e não um Deus de mortos".
    (Há tentativas de suicídios falhados que se tornam em conversões)
    A perfeição nesta vida é inalcansavel é certo mas eu gosto desta dicotomia (Buscai a verdade e a verdade vos libertará).
    A vida não é um verbo mas no princípio este substantivo esteve naquele Verbo - é bom não confundir.
    Evolucionismo ou Criacionismo são tudo variantes do verdadeiro criacionismo.
    Se a freira diz que está no topo não é humilde é soberba e logo, Deus não a aprova.(Cf. parábola do fariseu e do publicano -Evangelho Lucas 18:10-14.)
    Deus tem o Ego grande porque Deus é Amor, e o conhecimento enfuna mas o Amor Edifica.
    Se não amares ao próximo como a ti mesmo (a mesma coisa que ter Deus do Cristianismo no coração mesmo que não o saiba), amarás as coisas mundanas e as riquezas e serás escravo delas: das mulheres que se aproveitam, dos bolos e das suas doenças,...
    Quando oras a Deus e sentes preenchimento, quando dás de beber água fresca a trabalhadores debaixo do Sol abrasador,... falas com Deus.
    Ter fome de Jesus Cristo é ter fome do Pão da Vida, por isso não é nem canibalismo nem incesto.
    Quando leio a Bíblia tento usar o bisturi e o microscópio electrónico.

    ResponderEliminar
  14. Caro amigo, sei que entende que não está no Paraíso, mas para mim o Paraíso é na terra e em mais lado nenhum. Não me importa se Deus existe ou não, podia provar que não existe da mesma maneira que não existe, mas não quero ir por ai. Já se imaginou antes de Cristo? Iria amar Deus da mesma forma? E que tal na Grécia antiga, qual era o seu Deus dessa altura? O caminho de qualquer religião é formatado para massas, inconclusivo e contraditório, e só faz o individuo se condicionar mais ainda! Não basta os condicionamentos sociais ainda quer ter mais alguns, os religiosos?! De que lhe serve, seguir o caminho que milhões tentam seguir, porque não é original? Diz que encontra existência num livro? Está louco! A existência é Sua, o caminho é Seu, tu és livre, porque se condiciona mais? Porque não consegue seguir o seu caminho e não um trilho que já existe? Tem medo da morte? De não haver mais nada? Sim mostra isso, um ser que não é ele mesmo, que não tem argumento próprio e que assume que algo que tem longos anos é verdadeiro. Se procuras verdade só a encontrarás em ti, no teu centro. E se não estás no teu centro andas perdido em caminhos que não são o teu. Pois o caminho da verdade só é um, o teu. A tua experiência é a tua verdade, e tu deixaste de ser científico e passaste a acreditar. Buda dizia: Nunca acredites, e tinha razão, isto 500 anos antes de Cristo e foi bem cientifico, por isso não deves acreditar em nada. Deves seguir a tua própria experiência. E a sua relação com Deus só depende disso, da sua experiência e a sua relação com Deus ou não, isso é uma decisão sua. Mas agora para terminar, não misture as coisas criacionismo e evolução são opostos que não se ligam, ou é um ou é outro, não existe meio termo pois a evolução nega a criação. Na criação tudo está definido e criado, logo não haveria evolução.

    ResponderEliminar
  15. Bem, no meio desta Coreia do Norte com uma licença divina, há algo de pertinente. Existe alguma honestidade no que " Cobrengul " sentiu e escreveu. Fiquei satisfeito. O que achas mais sincero " Cobrengul " ? A necessidade que sentiste em chamar-me de porco ? Ou a ideia de amar o teu próximo ? Consegues observar teu ego ? Consegues ver que não sentes, no teu íntimo, o ensinamento de Cristo ? Tua reacção foi sinónimo da Tua Verdade. Como é que algo que é exterior a ti, pode ser teu ?

    P.S - Não fales sobre o conceito de evolução pois não compreendes suas implicações. Nem de evolução, nem de um ser criador.
    Ah! " Debater " não é largar bombas de fé, é apelar à razão.

    ResponderEliminar
  16. Não foste tu que disseste em tão indecoroso que deste um flato e que isso dava preenchimento.
    Isto é desconversar e se te serviu a carapuça estou ilibado. Até podia dizer que Jesus Cristo te chamaria hipócrita ou raça de víbora.
    Eu ao falar contigo da ultima vez estive a debater com bombas lógicas que apelavam à Fé. ("Vós procurastes-me porque vos saciei e não pelos sinais";Bíblia).
    O facto de não saber as implicações do conceito evolução ou criador ninguém me pode impedir de pensar sobre como tudo terá começado.
    O Cristianismo ensina que todos nós somos pecadores.
    Acho que tens razão quanto ao meu Ego - Sofro de uma doença narcísica - Mas não quanto às minhas palavras.

    ResponderEliminar
  17. O facto de Jesus Cristo chamar de porcos aos rebeldes não quer dizer que não os ama.
    Em princípio ama-os menos e deseja-lhes a salvação mas quer dizer que eles não querem saber da palavra e ridicularizam-na e até desconversam.
    O que eu proponho é que procurem sinais da existência de Cristo.

    ResponderEliminar
  18. Novamente, um reaccionário, impossibilitado de alcançar a sua própria liberdade, sua única identidade, seu rosto original. E com isso, finalmente, agir. Dar uma resposta sua.
    Não te preocupes em defender Yeshua, além do mais, fazes um péssimo trabalho. Se eu não conhecesse seus ensinamentos, diria que, através da tua raiva e palavras, ele seria o diabo em pessoa.

    Pensa um bocadinho comigo, está bem ?
    Que sentido faz, o criador julgar aquilo que criou ? Quem é o responsável por tudo aquilo que existe ? Agora estás a pensar em livre arbítrio, vamos aceitar isso hipoteticamente, isso tira a responsabilidade de deus ? Claro que não, " ele " é a origem de tudo. O teu deus representa o " bem " e o " mal ". Compreendes ? Não pode haver algo para além da própria criação, ele criou todas as possibilidades. Tudo o que eu " Posso " fazer, é graças a ele. Foi ele que permitiu a condição de o fazer.

    No entanto, vamos fazer o seguinte, vamos " matar " o teu deus, está bem ? Pensa comigo. Criação implica conclusão, finalização, ou seja, remove a possibilidade de evolução. Ninguém pode criar algo incompleto, consegues ver a contradição ? Evolução é sinónimo de imperfeição, algo incompleto. Será sempre incompleto. Um verbo e não um substantivo. Esse é o alicerce da vida ! Movimento ! Essa é a síntese, mudança constante. Aquilo que é perfeito, está morto, tal como uma pedra. Impossibilitada de viver, mudar, crescer, evoluir.

    Não consideres isto um desafio, pois não é para mim. Ainda não és digno de ti mesmo, quanto mais do próximo.
    Conheces o padrão cristão, a ambição e recompensa, o medo da morte, o desejo pela imortalidade. No entanto, desconheces o homem que pretendes seguir. Yeshua é o antónimo da tua mentalidade decadente. Isto não é um insulto, estou apenas a constatar que ainda não és um indivíduo. Se seguires um caminho, então és apenas uma cópia. Liberdade e responsabilidade são irmãos. Se não és responsável pelos teus pensamentos e actos, então és um escravo. E tudo o que fazes, é desprovido de significado. Tua religião, como todas as outras, não é uma revelação humana, é uma necessidade psicológica, a qual não tinhas quando eras natural, uma criança ansiosa em aprender sobre tudo aquilo que lhe rodeia.
    Esquece Yeshua, e caminha sozinho, descobre o que é relevante. Devemos procurar pela voz que procura. Esse é o procurado.

    " Deus está morto! Deus permanece morto! E quem o matou fomos nós! Como haveremos de nos consolar, nós os algozes dos algozes? O que o mundo possuiu, até agora, de mais sagrado e mais poderoso sucumbiu exangue aos golpes das nossas lâminas. Quem nos limpará desse sangue? Qual a água que nos lavará? Que solenidades de desagravo, que jogos sagrados haveremos de inventar? A grandiosidade deste acto não será demasiada para nós? Não teremos de nos tornar nós próprios deuses, para parecermos apenas dignos dele? Nunca existiu acto mais grandioso, e, quem quer que nasça depois de nós, passará a fazer parte, mercê deste acto, de uma história superior a toda a história até hoje! "

    P.S - Se quiseres sair da tua caverna, matar a tua sombra, e ver as cores do sol, tenta explorar Schopenhauer, Nietzsche, Osho, Sam Harris e Christopher Hitchens. Não é para " Seguires " um caminho mas sim para aprenderes a questionar.

    ResponderEliminar
  19. Esqueci-me de uma coisa. Não tenho interesse em insultar-te. Minhas palavras, as provocações anteriores, foram meramente uma armadilha, para veres, ou tentares ver a tua própria natureza. É assim que se apanha alguém que é desonesto consigo mesmo, ou seja, um hipócrita. Fui apenas um espelho.
    A raiva e tua indignação. És refém do teu próximo. O facto de não conseguires transcender, ou pelo menos observar teu ego, demonstra a tua fraqueza.
    Usa a razão, e poderás sentir que algo foi alcançado.

    ResponderEliminar
  20. Fui reaccionário e peço perdão por isso.
    "Jesus quando era insultado não insultava".

    "Deus é o primeiro e o derradeiro".
    Na Bíblia Ele não desmente que "já há as pessoas com os seus nomes inscritos no livro da vida desde a fundação do mundo."
    Então porquê tanto esforço de Jesus?
    Será que ele é burro ou hipócrita?
    Eu encontro na mecânica quântica uma saída.
    Segundo uns evangelhos Ele disse "estando dois no mesmo campo, um será levado o outro ficará".
    Aquele destes dois que colapsar a onda arrecadará para si o nome inscrito.
    Se todos pudessem deitar fora o servo mau tanto melhor.
    Mas "muitos últimos serão primeiros" e vice-versa.

    O que é que impede o facto de Deus ter criado o Universo e a Vida, ser explicado porventura por teorias evolucionistas.
    Ele pode muito bem atingir seus objectivos com o seu poder científico. Pode a criação não estar concluída ou ter atingido o seu patamar através da evolução.

    Já que falas em filósofos (e estes proliferam: "não há limites para escrever livros" - por isso acho que escolhi o melhor) Jung disse certa vez nós procuramos sempre o absoluto.
    Eu só tiro uma conclusão o melhor absoluto é o Deus do Cristianismo.
    Freud dizia-se ateu mas que tinha inveja dos Cristãos. - Inconscientemente era Cristão

    ResponderEliminar
  21. Fui reaccionário e peço-vos perdão.
    ("Jesus quando era insultado, não insultava.")

    Deus não desmente, na Bíblia, que há pessoas já inscritas no livro da vida eterna desde a fundação do Mundo.
    Então porquê tanto esforço de Jesus?
    Será Ele ignorante ou hipócrita?
    Eu vejo na mecânica quântica uma saída.
    Nuns evangelhos Jesus diz que estando dois no mesmo campo um ficará outro será levado.
    Para mim aquele que colapsar a onda (merecer a eternidade) arrecadará o nome inscrito.

    Qual é o escândalo Deus,porventura utilizar, através do seu poder científico, a evolução, cuja teoria pode ajustar-se à prosa Génesis, sendo dum certo ponto de vista uma imperfeição, um dos modos perfeitos para atingir os seus fins.

    Já que falas de filósofos (e eles proliferam: "Não há limites para escrever livros." - e portanto eu escolhi o melhor): Jung disse certa vez que todos nós procuramos o absoluto (qual o melhor absoluto que o Deus do Cristianismo).
    Freud, antes de morrer, disse que era ateu mas tinha inveja dos Cristãos. Inconscientemente ele era Cristão.

    ResponderEliminar
  22. Bem...

    Para não correres o risco de realizar um monólogo, faço apenas duas questões.
    Quando dizes que escolheste o melhor livro, que queres dizer com isso ? Que és apologista de genocídios, violações, escravidão, incesto, incutir medo,etc ?

    Por favor, explica-me como esta enumeração é moralmente correcta para ti. Eu facilito, explica-me apenas isto, em que contexto é que a escravidão é um acto moral.

    Última questão :
    Teu deus quer testar a tua fé. O mesmo diz que deves matar uma pessoa para o demonstrar. Qual seria a tua decisão ?

    ResponderEliminar
  23. A Bíblia relata essas coisas justamente para as evitarmos.
    Com essas perturbações causadas o Ego fortalece-se (pois são perturbações) e também o Super-ego pois aprendemos a não fazermos(fortalecem-se os ideais).
    Essas perturbações ao longo da história (e inclui a escravidão) deve-se à má interpretação da Bíblia. Ele (Jesus) previu que vinha trazer a espada e não a Paz.

    Deus não me poria à prova porque eu questionaria se era Ele.
    Eu apenas seria provado por tentação.

    ResponderEliminar
  24. Obrigado pela tua " resposta ". Demonstra apenas que não leste a bíblia do deus cristão.
    Fica bem.

    ResponderEliminar