Um doidivanas mostra o seu saber por intermédio das palavras e um pouco da imagem. Poemas, opiniões, revisões. Uma mistura de sociedade e tecnologia. Com temáticas conforme me vou lembrando de escrever.

domingo, 24 de outubro de 2010

Adeus amiga

3 comentários
E parte de mim foi em ti.

Não importa, parte de ti está em mim.

Já controlei o que senti,

e já estas no teu jardim.



Não ficarei preso aos momentos,

nem tão pouco aos sentimentos.

E os meus pensamentos,

á partilha estão atentos.



E sinto a tristeza,

de contigo não poder partilhar,

mas a natureza,

pede-me para amar.



Assim partilharei,

amarei,

como faço agora,

recordando a tua hora.



Mas foi uma batalha perdida,

falhei na minha missão

de te fazer dizer não.



Assim, na tua vida sofrida,

não conseguiste aguentar,

e sentindo que nada tinhas para dar,

ficaste perdida!



E presa ás barreiras do material,

espetaste-me uma faca no coração,

fazendo o que é normal,

mas num escorpião.



A escolha foi tua,

essa é a verdade crua,

é uma realidade dura.

Mas a minha aceitação é pura.



Falhei....

Não te consegui convencer.

Sorrirei...

Pois não te vou esquecer.



Philo Philos Pachem



Até por Acaso


Published with Blogger-droid v1.6.3

3 comentários :

  1. Olá!
    Adorei o poema carregado em sentimentos!
    Parabéns!
    Grande beijo,
    Jackie

    ResponderEliminar
  2. Olá !

    Lindíssimo poema !
    Cheio de emoção, sentimentos e intensidade.

    Um enorme abraço !

    ResponderEliminar
  3. Eu fiquei até emocionada com as belas palavras, muitas vezes não conseguimos nos aproximar, ajudar, seja o que se faça necessário. O que importa que dentro da gente existe a vontade de querer o bem.

    ResponderEliminar