Um doidivanas mostra o seu saber por intermédio das palavras e um pouco da imagem. Poemas, opiniões, revisões. Uma mistura de sociedade e tecnologia. Com temáticas conforme me vou lembrando de escrever.

segunda-feira, 27 de abril de 2009

A existência de Deus na realidade não interessa!

Sem comentários

Existir ou não, não interessa a questão. A existência de Deus não têm qualquer significado para um não pecador, pois quer ele exista quer não, ele estará sempre no bom caminho. Quem renuncia o mal nada tem a temer quer exista Deus quer não. E o pecado se for puramente egocentrico quem é o igual que o pode julgar senão o próprio. 
Se o pecado afecta directamente terceiros então o indivíduo tem que assumir o erro e procurar o perdão directamente a quem fez mal.
Pecar esquecendo-nos de nós próprios é um pecar menor comparado com um que afecte terceiros mas indirectamente quem se esquece de si mesmo peca com ele e com o todo na mesma pois é menos um indivíduo que está em paz com ele mesmo logo não consegue estar em paz com o todo.
Nesta sociedade dita evoluída o indivíduo para não ficar afectado com todo o mal que o rodeia passa a aceita-lo e mesmo a prática-lo ficando com a culpa enraizada e para se equilibrar procura o perdão onde muitas vezes ele não existe mantendo a culpa e por consequinte o sofrimento.
Por outro lado aquele que foi afectado também sofre, mas pouco pode fazer, pois só pode ficar à espera do momento e aí saber perdoar.
Pouco importa se Deus existe ou não, os sentimentos são provocados e podem ser bons ou maus quem renúncia o mal só consegue provocar bons e recebe a partilha tornando-se mais completo, mais gratificado. Por mais incríveis que sejam as minhas descrições não vai ser com palavras que alguma vez alguém vai sentir o sentimento que tentei descrever.
Estar em Paz com o todo, é uma missão, é um estado, é uma filosofia de vida. E poucos serão os contemplados que podem seguir esse caminho e ainda menores os que tem o prazer do contemplamento que o caminho proporciona.

Philo Philos Pachem

Sem comentários :

Enviar um comentário